Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Geografia

SWW 0371
O Rio Grande do Sul é o 5º maior estado do Brasil, com extensão territorial de 281.730,2 km², ocupando mais de 3% do território brasileiro. Dividido em 497 municípios, possui 11,3 milhões de habitantes, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o que corresponde a 6% da população nacional. O volume populacional fica atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia. A densidade demográfica é de 39,8 habitantes/km². A capital, Porto Alegre, é o município mais populoso com 1,4 milhão de pessoas.

Sistemas naturais

Possuímos uma das redes hidrográficas com maior disponibilidade de água do Brasil, com densa malha hidrográfica superficial, dividida em três grandes bacias: a do Uruguai, que drena cerca de 57% da área total do Rio Grande do Sul; a do Guaíba, 30%; e a Litorânea, abrangendo cerca de 13% do território.

Barra do Quaraí na fronteira entre Brasil e Uruguai    fachel
Águas da Barra do Quaraí, na fronteira entre Brasil e Uruguai. - Foto: Arquivo Palácio Piratini

O estado possui grandes reservas de água subterrânea, dentre elas, o Aquífero Guarani, uma das maiores reservas de água subsuperficial do mundo, abrigando cerca de 18% do total de sua área no RS.

Regiões em desenvolvimento

Também é dividido em 28 regiões definidas como Conselhos Regionais de Desenvolvimento, os populares Coredes, criados em 1994. Assim foram determinadas para promover o desenvolvimento regional e sustentável, integrando recursos e ações de governo nas localidades para uma distribuição mais equilibrada das riquezas. A regionalização serve como referência para o planejamento e elaboração do Plano Plurianual e Orçamento do Estado.

Clima

clima riograndedosul rs praia temperatura camiladomingues

Conhecido pelas baixas temperaturas, o Rio Grande do Sul registra mudanças climáticas nos últimos anos. As variações entre estações ao longo do ano não são mais tão previsíveis. Antes, temperaturas baixas, de 10°C a negativas, até máximas de 40°C no verão eram registradas.

O clima é do tipo subtropical úmido com verões quentes e uma pequena área, localizada na região nordeste, em altitudes mais elevadas, com verões amenos. A média anual varia entre 14°C e 22°C. Bem distribuída ao longo do ano, a precipitação pluviométrica acumula anuais que variam de 1.000 milímetros a mais de 2.000 milímetros. As chuvas são cada vez mais concentradas em um curto espaço de tempo, intercaladas com períodos de estiagem.

Economia e desenvolvimento

A economia gaúcha é bastante diversificada, com grande tradição na exportação, tendo como base a agricultura, a pecuária e a indústria. O Produto Interno Bruto (PIB) acumula 2,1% no primeiro semestre de 2017, considerado positivo no cenário de recessão nacional. O setor responsável pelo desempenho foi a agricultura - atividade mais destacada no Estado -, que cresceu 11,7%. Apesar de baixa de -0,7% na indústria, os setores de serviços e comércio totalizaram 0,3% e 1,3%, respectivamente.

Baseado no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH/PNUD), o RS possui seu próprio indicador para avaliar o desenvolvimento dos municípios em educação, saúde e renda: o Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese). Entre as cidades com melhores indicadores estão Carlos Barbosa, Nova Bassano, Água Santa, Três Arroios, Aratiba, Nova Araçá, Garibaldi, Veranópolis, Horizontina e Bento Gonçalves.

Fontes:

ATLAS FEE. Fundação de Economia e Estatística Siegfried Emanuel Heuser (FEE). s/d. Disponível em: < http://atlas.fee.tche.br/rio-grande-do-sul/ >. Acesso em: 22.set.2017.

AGROPECUÁRIA, transformação e comércio lideram crescimento do PIB gaúcho no segundo trimestre de 2017. Fundação de Economia e Estatística Siegfried Emanuel Heuser (FEE). 13.set.2017. Disponível em: < http://www.fee.rs.gov.br/indicadores/pib-rs/pib-trimestral/destaques/ >. Acesso em: 22.set.2017.

Portal do Estado do Rio Grande do Sul